É o que temos pra hoje: Caligrafia


Hoje é dia de falar sobre Caligrafia aqui no “É o que temos pra hoje”. Um mini guia, básico, para você que é curioso, acha bonitinho, sempre quis aprender a fazer aquelas letras sensacionais que seus tão admirados ídolos/referências do design/lettering/caligrafia/artes/bláblábláwhiskassachê fazem/utilizam em seus projetos.

*Imagem do post por Barbara Calzolari (clique para conhecer o trabalho dela)

Antes de mais nada é preciso entender de uma vez que: Lettering, Caligrafia e Tipografia são três vertentes bem distintas.Se você assistir esse vídeo da Andrea Branco (já já falo mais sobre ela), ela tenta explicar um pouco essa diferença para vocês:


[Entrevista com Andréa Branco, Calígrafa: fala um pouco sobre Caligrafia no Brasil e no mundo, sua experiência, história e trajetória. Colaboração com Lara Jacoski. Por Nomad Ink Podcast]

Há mais ou menos um ano tenho me dedicado à Caligrafia, pesquisando referências, cursando disciplinas na faculdade, tirando o máximo de informações que eu consigo da internet para aos poucos ir evoluindo, e o que eu aprendi até hoje foi que:

“Você não vai se tornar um exímio calígrafo da noite para o dia. Você precisa praticar MUITO, todos os dias, quanto tempo você puder. E ainda assim, você vai se sentir frustrado. E aí você vai e continua treinando, até chegar no resultado que você quer. Tudo depende do seu treino e dedicação, e entender que leva tempo pra chegar a um bom resultado.”

E o que eu preciso para começar a aprender?

Materiais

  • Nanquim

Existem vários tipos e cores de nanquim, em barra, líquido, do mais caro ao mais barato…Tome cuidado na hora de escolher o nanquim que você vai usar. Existe um tipo de nanquim específico para caligrafia chinesa (com pincel) que se você tentar utilizar com uma pena não vai dar muito certo… Logo, pesquise bem o tipo que você vai comprar e qual a finalidade dele.

  • Cabo para pena

Existe uma grande variedade de cabos para caligrafia, cor, material, tamanho… Eles se diferem de acordo com o tipo de pena que você pretende utilizar.

  • Penas

Ponta Chanfrada

A pena Chanfrada é comumente utilizada para escrever alfabetos góticos, romanos, unciais… Existem penas chanfradas de diversos tamanhos, da mais estreita até a mais larga, e diversos materiais, metal, cobre, bronze, o que vai determinar a vida útil da sua pena. Você precisará de um cabo, tinta nanquim e um pincel (para aplicar tinta na pena) para poder utilizá-la.

Ponta Fina

As penas de ponta fina são utilizadas para escrita fina (como a copperplate por exemplo) e ornamentos.

Bambu

As penas de bambu são bem legais, e funcionam como as penas de metal. Sua vida útil depende bastante de como você cuida delas.

  • Canetas

Pilot Parallel Pen

As Parallel Pen são as novas meninas dos olhos de quem pratica caligrafia, elas são bem práticas, para recarregar é bem simples, basta trocar o cartucho ou enchê-lo com tinta nanquim, e a sujeira/bagunça na hora de caligrafar é bem menor. O legal dessas canetas é que você também pode comprar os cartuchos coloridos (amarelo, azul, preto, rosa, vermelho, verde, azul claro, roxo…). Existe 8 tamanhos tamanhos de parallel pen, que vão de 1.5mm até 6.0mm.

Zig Calligraphy Markers

Essas canetas são uma ótima opção para quem quer começar a treinar, o custo benefício é bem em conta, e existe uma variedade gigantesca de cores!

Tombow/Brush/Faber Castel Pitt e outras

Existem várias marcas de canetas tipo “brush”, as tombow e as PITT Artist Pen da Faber-Castell são bem legais por oferecer uma grande variedade de cores e pela qualidade do pigmento. Esse tipo de “Brush” pode ser usado para caligrafia tipo “brush script”, Copperplate e até mesmo para você desenvolver um traço mais livre.

  • Pincéis

Existem vários tamanhos, tipos de cerdas de pincéis. Chanfrados, redondos, os que são específicos para caligrafia chinesa. O pincel também é uma ótima ferramenta para diferentes práticas de caligrafia.

  • Papel

Para quem quer começar a treinar, o papel milimetrado é essencial, ele vai te ajudar a controlar o traço e a medir as pautas de cada familia de letras a ser caligrafada. Existem vários outros tipos de papéis, cores, gramaturas e finalidades. É só você escolher o que se adequa melhor ao seu projeto e mandar ver!

Ok, eu já sei o que preciso para começar a caligrafar, mas onde encontro esses materiais?

Todo mundo aqui sabe que comprar material para desenho aqui no Brasil sai a um preço, digamos, BEM SALGADO. Existem algumas lojas online, brasileiras, que fornecem alguns dos materiais que eu citei aqui, como:

O Projetista
oprojetista.com.br

Art Camargo
artcamargo.com.br

Papel de Papel
papeldepapel.com.br

Fruto de Arte
frutodearte.com.br

A Casa do Artista
acasadoartista.com.br

E claro, os sites gringos, que na minha opnião oferecem uma variedade muito maior de materiais, fora o valor que sai muito mais em conta. Digo porque ultimamente tenho comprado quase tudo que uso para treinar lá fora, e tem saído muito mais barato que comprar aqui no Brasil (mesmo com o frete), por exemplo, aqui no Brasil você encontra uma Parallel Pen em média por 40 – 60R$ sem frete, lá fora a mais cara que encontrei custava 10 – 12 $ com o frete. A única “desvantagem” de comprar fora, ao meu ver, é a demora para chegar, de 20 dias a um mês ou mais de espera, mas um dia chega com certeza.

Marker Supply
markersupply.com

Paper & Ink Arts
paperinkarts.com

Stationery Art
stationeryart.com

Ebay
ebay.com

Amazon
amazon.com

Materiais, ok. E eu sou médium para aprender do além por um acaso?

Ok, materiais escolhidos, é hora de começar a treinar. Mas por onde começar? Bem, existem alguns livros que são bem legais para iniciantes, existe o pai Google, o maravilhoso YouTube onde tudo se aprende…Um dos livros mais conhecidos, em português, é o Arte Da Caligrafia do David Harris (e é bem fácil achar para comprar ou o pdf deste livro no Google):

O que é bem bacana nesse livro é que ele explica detalhadamente os movimentos necessários para a construção de cada letra, dá um pequeno histórico sobre cada tipo de familia caligráfica, e no início mostra alguns materiais e técnicas que podem ser utilizadas.

Existem vários outros livros sobre caligrafia também, cada um com um estilo de didática, mas o que importa no fim das contas é a sua dedicação e treino.

Existem cursos de caligrafia no Brasil?

Sim, existem vários cursos de Caligrafia que acontecem no Brasil! Grandes nomes da caligrafia brasileira como Andrea Branco e Claudio Gil ministram cursos de caligrafia pelo país, normalmente Rio/São Paulo/Curitiba são as cidades escolhidas.

Também estão rolando oficinas de caligrafia no Ciclo Mandacaru (visite aqui para saber mais sobre: mandacarudesign.com.br) basta você se inscrever e escolher qual curso quer fazer nas cidades disponíveis e torcer para ser selecionado! Só tem fera participando!

E só de livros e cursos vive um aspirante a calígrafo?

A resposta é óbvia: Não. A dica é manter-se sempre atualizado, ter seu banco de referências, use o Google a seu favor e pesquise referências!

Alguns nomes que eu considero muito foda, que vale a pena conferir o trabalho: Andrea Branco, Cláudio Gil, Tony de Marco, Tipocali, Yomar Augusto, Luca Barcelona, Niels Shoe Meulman, Marina Marjina, Melanie Davies, Barbara Calzolari, Andrey Sannikov.

Algumas referências bacanas:

e para finalizar, uma das coisas mais legais que eu li:

Acredito que esse já é um bom começo para você que quer se aventurar pela caligrafia! Se você tem alguma referência para compartilhar, ou quiser trocar uma idéia é só deixar um comentário!

Abraço forte, e até o próximo “É o que temos para hoje!”

Anúncios

Tags:, , , , , ,

Categorias: É o que temos pra hoje, design

Autor:Lin Pimentel

Estudante de design pela UFPE Campus Agreste. Já quis ser piloto de avião e formula 1, intolerante a glúten e apaixonada por design, caligrafia, star wars e desenho animado. Escrevo de coração, apesar da dislexia, e acho mesmo é que eu deveria fazer gastronomia um dia.

Assinar

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

10 Comentários em “É o que temos pra hoje: Caligrafia”

  1. Rafael
    28/09/2012 às 15:54 #

    Muito bom tava faltando caligrafia no deixa.

    • 28/09/2012 às 18:46 #

      Obrigada Rafael! Aqui sempre procuramos postar coisas legais e interessantes, que sejam úteis pra galera! =D

  2. 28/09/2012 às 22:32 #

    irado! tem algum livro desses ae pra download?

    • 29/09/2012 às 10:41 #

      Como eu disse no post, é bem fácil de achar, é só jogar no google, que você encontra o pdf do “Art of Calligraphy” (:

  3. Maíra
    29/09/2012 às 19:18 #

    Caligrafia ❤
    Parabéns pelo post Lin, FICOU LINDÃO! (:

  4. 02/10/2012 às 15:44 #

    Muito legal!

  5. 25/10/2012 às 09:10 #

    Muito valiosas as suas dicas! Me ajudou com alguns materiais que estava procurando.
    Sobre cursos de caligrafia, em SP tem o De Franco, que é uma escola bem tradicional e o curso completo leva 10 meses. http://www.profdefranco.com.br/

    abs,

  6. Otoniel
    17/11/2012 às 15:25 #

    Legal, gostei muito das dicas, estou começando agora, gotso muito de caligrafia. Valeu.

  7. 16/12/2012 às 14:19 #

    Minha mãe era escrevi e fazia cada coisa linda, deu até vontade de voltar a praticar depois de ver tantas coisas lindas. Ainda tenho as penas dela. Ela ainda é viva mas 90 anos, não dá conta de quase nada.

  8. 20/12/2012 às 09:42 #

    Parabéns, post muito bacana!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: